Empoderamento,Sororidade e o Sagrado Feminino. O que eles tem em comum? - Marta Eunice Real

Compre O Livro comigo e receba pela Amazon

22/04/2019

Empoderamento,Sororidade e o Sagrado Feminino. O que eles tem em comum?

Deus criou tanto o homem como a mulher à Sua imagem e deu aos dois domínio sobre a terra
-Genesis 1:27-28
 
O Sagrado Feminino desperta. 
E com certeza vemos esse movimento nos cercando, deusas, rainhas, mulheres guerreiras e de fibra. Por séculos nosso poder nos foi tirado. Quando nos amamos de verdade aprendemos a amar e respeitar todos ao nosso redor. Sem crítica, preconceitos e julgamentos. Então veio a #Sororidade que é a união e aliança entre mulheres, baseado na empatia e companheirismo, em busca de alcançar #objetivos em comum.
Do ponto de vista do #feminismo, a sororidade consiste no não julgamento prévio entre as próprias #mulheres que, na maioria das vezes, ajudam a fortalecer estereótipos preconceituosos criados por uma sociedade machista e patriarcal. 
P.ex: Ao sermos traídas a cultura nos ensina que devemos como se diz aqui no Ceará, dar uma voadora na outra mulher. O Homem tadinho... contempla as duas brigando. Sério? Quando vemos uma mulher malhada e de roupa colada inúmeros adjetivos vem na mente, Quando uma plus size critica uma magra ou quando uma magra rotula outra de GORDA isso passa longe de ser Sororidade. Estamos cercadas de crenças e nós mesmo nos colocamos debaixo do tapete.
Minha proposta aqui é que por esta semana observe seu olhar para outras mulheres; Aceitem realmente as diferenças. 
Não há competição. Busquem União. Agora vou conferir minhas heroínas em #gameofthrones . 
Vou celebrar #capitamarvel maior bilheteria de todos os tempos. 
Há um movimento de resgate de nosso poder. O fim de Esteriótipos tendo Harmonia e União como força dominante.  Bons ventos vindo do Norte! Saia da matrix e tire o véu dos olhos meu bem. Amiga. Mulher. Eu te amo!  Entender e vivenciar o Sagrado Feminino desperta a mulher para uma nova consciência sobre si mesma.  Eu tinha essa visão mas não seguia ela a risca hoje sim e acreditem, mudou completamente minha relação comigo SER mulher e sobre meu olhar sobre mulheres. Tudo foi ressignificado. Se está despertando provavelmente esse texto irá te ajudar. #Avante!!!

Você sabe o que é Sagrado Feminino? Esse conceito milenar, que está ganhando cada vez mais notoriedade, pode representar mais qualidade de vida e autoestima para as mulheres. 
O Sagrado Feminino oferece ensinamentos sobre as emoções e os ciclos femininos, além de potencializar o entendimento sobre o próprio corpo e o papel da mulher na sociedade.
Mas, afinal, o que é o Sagrado Feminino? 
O Sagrado Feminino é um resgate da essência feminina e representa um estado de consciência relacionado ao que é ser mulher, independentemente de classe social, cor da pele, tipos de personalidade, crenças ou experiências vividas. Ele representa a conexão da mulher com a natureza, com os seus ciclos e consigo mesma. Entender e vivenciar o Sagrado Feminino desperta a mulher para uma nova consciência sobre si mesma.
 Viva do seu Jeito!

Ele a ajuda a se aceitar e a entender o próprio corpo. Também auxilia na valorização dos ciclos naturais, como menstruação, gestação, parto, amamentação, maternidade e maturidade. Além disso, o Sagrado Feminino ajuda a mulher a aceitar suas emoções e a explorar sua sexualidade.

Por que o Sagrado Feminino é importante?
Entender o que é o Sagrado Feminino é importante porque ajuda a nos reconectarmos com as nossas consciências e a aceitar com mais naturalidade os ciclos pelos quais passamos. Além disso, uma mulher que entende e aplica o conhecimento do Sagrado Feminino no dia a dia tem um ganho considerável de autoestima. Por meio do despertar da consciência, ela se sente bem consigo mesma e entende o poder da feminilidade.
O Sagrado Feminino também ajuda as mulheres a encontrar alternativas à organização patriarcal da sociedade e a definir suas próprias regras, promovendo mais afetividade e liberdade.
Como o Sagrado Feminino se relaciona com o conceito de empoderamento?
O empoderamento feminino está relacionado à consciência coletiva e à percepção individual que busca tomar o poder para si. Ele representa o poder de escolha, a liberdade individual, a autoestima e a forma como a mulher se enxerga. Empoderar-se é reconhecer suas capacidades e qualidades, aplicando esse entendimento no dia a dia.

O conhecimento sobre o próprio corpo é um dos maiores fatores de empoderamento e o Sagrado Feminino ajuda a alcançá-lo por meio do conhecimento e da aceitação dos ciclos da mulher. O empoderamento e a autoestima também estão relacionados ao poder intrínseco da mulher de gerar uma vida, nutrir e parir. Ele também está ligado ao coletivo, o que significa que uma mulher empoderada consegue influenciar outras ao seu redor e promover uma sociedade mais igualitária.

Como aplicar os ensinamentos do Sagrado Feminino no dia a dia?

No dia a dia, é importante reservarmos um tempo para nós mesmas, aprender mais sobre nosso próprio corpo, nossas vontades e desejos. É importante começar a olhar para nós mesmas e nos desligar do mundo à nossa volta por alguns instantes. Dessa forma é possível ter uma melhor percepção da natureza do feminino.
Em vez de se sentir desconfortável durante a menstruação, por exemplo, reflita sobre o que ela significa, busque entender melhor o seu corpo e acompanhar com atenção as mudanças que ele passa nesses momentos, sem julgamentos. Aproveite esses dias para cuidar melhor de você mesma: medite, exercite seu corpo, faça algo que a deixe feliz e satisfeita.
Ao olhar com atenção para si mesma, seu entendimento mudará e isso se reflete na forma como você vê e sente o mundo. Aplicar os ensinamentos do Sagrado Feminino no dia a dia, além de melhorar consideravelmente a autoestima, potencializa a qualidade de vida, trazendo conforto e bem-estar.
Entender o que é Sagrado Feminino está mudando a forma como nós, mulheres, nos vemos e como nos relacionamos com o mundo. Ao aplicar esse conhecimento na rotina, despertando a Deusa interior que cada uma de nós tem em si (símbolo do poder da mulher), é possível ganhar mais qualidade de vida, além de aumentar consideravelmente a autoestima e melhorar a conexão com o mundo.

O que é Sororidade?

Sororidade é a união e aliança entre mulheres, baseado na empatia e companheirismo, em busca de alcançar objetivos em comum.
O conceito da sororidade está fortemente presente no feminismo, sendo definido como um aspecto de dimensão ética, política e prática deste movimento de igualdade entre os gêneros.
Do ponto de vista do feminismo, a sororidade consiste no não julgamento prévio entre as próprias mulheres que, na maioria das vezes, ajudam a fortalecer estereótipos preconceituosos criados por uma sociedade machista e patriarcal.
A sororidade é um dos principais alicerces do feminismo, pois sem a ideia de “irmandade” entre as mulheres, o movimento não conseguiria ganhar proporções significativas para impor as suas reivindicações.
A origem da palavra sororidade está no latim sóror, que significa “irmãs”. Este termo pode ser considerado a versão feminina da fraternidade, que se originou a partir do prefixo frater, que quer dizer “irmão”.
Sororidade seletiva
Esta definição é aplicada quando há uma segregação entre subgrupos que estão inseridos no conjunto do que seria o “ser mulher”. Ou seja, quando a irmandade entre as mulheres é baseada em interesses pessoais de determinadas pessoas, ignorando o companheirismo empático e altruísta. 
Um exemplo de sororidade seletiva são as feministas conhecidas por Terfs (Trans Exclusionary Radical Feminist), que não reconhecem a identidade do transgênero como mulher.
Assim, o apoio, união e companheirismo dessas feministas são seletivos, destinados apenas para as mulheres do ponto de vista biológico e não de identidade comportamental. 
Particularmente eu acredito que foge do real sentido de Sororidade. 
Mas respeito.
Photo by Jc Laurio
As diferenças permanecem devido a nossos olhares treinados e nossa mente dominada em esmagar cada vez mais nossa divindade. 

Jesus foi revolucionário na sua forma de tratar as mulheres:
  • Permitiu que mulheres fossem suas discípulas – no seu tempo, mulheres não podiam estudar a fundo as escrituras; Jesus permitiu que aprendessem junto com os homens – Lucas 10:39
  • Tinha compaixão de mulheres – Jesus não ignorava as mulheres mas atendia seus pedidos e as ajudava – Lucas 7:12-15
  • Apareceu primeiro a uma mulher – quando ressuscitou, Jesus apareceu primeiro a Maria Madalena e lhe deu a tarefa de anunciar sua ressurreição aos discípulos – 
Gostou do post? Então compartilhe-o nas suas redes sociais para que mais mulheres possam entender o que é o Sagrado Feminino e como ele influencia o empoderamento!
🌹
Fonte de Pesquisa:
Blog Incenso Fenix
www.huffpost.com



💌: Contato: martaeunicereal@gmail.com

🌹 Instagram 💎  Youtube  🌻  Twitter
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
🎁 Caixa Postal 101 Caucaia-CE Cep: 61600-970 
 Namastê!🙏

"Conhecer a si mesmo é o começo de toda a sabedoria."

-Aristotle

Nenhum comentário

Gotas de felicidade!
Adoro quando leio seu comentário!
Obrigada pelo carinho!